a política na vertente de cartaz de campanha

Buzz this

Jaime Silva sobre a lei das partilhas ou essas ideias de Estado omnipresente e omnipotente

Ouvi ontem na Antena 1 e ainda me custa acreditar.

O Ministro da Agricultura acha que é tempo de mexer na lei das partilhas por forma a que terrenos agrícolas deixados em herança apenas possam ser divididos entre os herdeiros caso a área não seja inferior a um certo limite.

Diz que é para combater o abandono da agricultura.

Uma pessoa paga impostos uma vida inteira. Com o que consegue poupar compra um pedaço de terra e, só por isso também paga impostos, mesmo o fazendo com o dinheiro que sobra depois de pagar outros impostos. Ainda assim não será dono do terreno pois a qualquer altura poderá ser expropriado a Bem da Nação, recebendo uma ninharia em compensação. Um dia morrerá e, para deixar este bem que já pagou impostos e mais impostos, os herdeiros ainda pagarão mais impostos para obter a respectiva posse. E agora o ministro da agricultura acha que o Estado ainda tem que meter o bedelho permitindo ou negando a partilha do terreno.

Alguém que explique a este imbecil que as pessoas abandonam a agricultura porque têm essa opção de escolha. Porque podem ter outras prioridades na vida. Porque a vida de agricultor em Portugal é dura e pouco compensadora. Porque a agricultura de subsistência não consegue competir com as agriculturas industrializadas da Europa ou com a da mão de obra a custo quase zero da Ásia.

Agora pretender que limitar a partilha de terrenos servirá para evitar que as pessoas abandonem a terra é pura cretinice. Sentirá Jaime Silva necessidade de falar sobre algo para fazer prova de vida? Assim, mais vale estar calado.


5 comments :

  1. Kl@ndestino disse...
     

    Depois de um exaustiva e apurada pesquisa a perfis de bloggers, descobri o Raposa Velha, e deixe-me dizer-lhe desde já, que o Raposa reúne todos os requesitos necessários para fazer parte do painel do Kl@ndestino. Não isto não é brincadeira, é um convite e desculpe a urgência mas quero pôr o mais rápido possível "o estaminé a bombar!" Não aceito recusas. Fazem parte do painel, além de mim, o KAOS, uma blogger que já aceitou o convite mas que por agora prefere o anónimato, e a mais difícil das contratações mas eu tenho argumentos para lhe dar a volta, o sr. Arrebenta que está armado em vedeta. Posto isto, e sendo um dado adquirido que o Raposa será um dos contribuidores, concerteza que tem tempo para 2/3/4 posts semanais, poderei fazer-lhe chegar a password e o código através do seu email?

    Cumprimentos Kl@ndestinos.

  2. zedeportugal disse...
     

    "Sentirá Jaime Silva necessidade de falar sobre algo para fazer prova de vida?"

    Venham mais parvoíces. Estes tipos ainda não hostilizaram todos os grupos sociais produtivos... Estão a ficar nervosos e é caso para isso. Quanto mais porcaria fizerem, mais fundo vão cair. Eh, eh, eh.

  3. Eva disse...
     

    O revivalismo parece estar em moda. E, ou é impressão minha, ou este senhor andou a rever determinadas lei antigas para se inspirar e fazer tão brilhantes declarações?
    Refiro-me à Lei das Sesmarias, de D. Fernando, promulgada em 1375, que obrigava entre outras os donos da terra a trabalhá-la e a fazê-la produzir sob pena de ser confiscada. O senhor parece foi que esqueceu de ler a lei dos morgadios, dos liberalistas, que veio pôr fim à tradição de só os filhos mais velhos (os morgados) terem direito à herança, passando todos os outros a poder herdar na mesma proporção. Ora assim sendo lá foi a terra sendo retalhada.
    A importância social desta medida foi de ordem que há historiadores que a consideram das leis mais socialistas feita em Portugal.
    E como é com bom “xoxialismo” que estamos a ser governados…

  4. osbandalhos disse...
     

    Um dos principais problemas da Agricultura nacional são os ministros da agricultura que temos tido.
    Mas como não existe legislação sobre as heranças de estupidez e oportunismo político quando mudam os governos, vamos tendo que aturar este estado do "sítio governamental".
    E que fique claro que não estou a dizer que os ministros são estúpidos...

    JP+P

  5. Anónimo disse...
     

    Ah não sabias ?
    Nos paises SOCIALISTAS ninguem é dono de nada !
    PORTUGAL É UM PAÍS SOCIALISTA
    Não podes comprar, não podes vender, não es livre de ter nada !
    Tens um terrenos TEU e não pagues os impostos que vais ver o que te acontece ao terreno!
    Não foram voces que votaram XUXALISTA? (nem me falem nos PCPs e BEs... uiii então era 100X pior)

Enviar um comentário