a política na vertente de cartaz de campanha

Buzz this

Um apagão perto de si

earth day

gracinhas anteriores


Tudo começou numa campanha e alastrou à matéria, que agora também se tornou negra. Ainda não há reacções oficiais mas aqui no Fliscorno, nós sabemos. Foi naquela experiência no CERN em que ligaram o Grande Acelerador. Os circuitos de tunning, comprados numa loja de Massamá, estavam optimizados para a Vasco da Gama e, naturalmente, baralharam-se nos túneis da Suíça. Quando em Setembro do ano passado o disjuntor do acelerador ligou a fase ao neutro, um problema na ligação à terra criou uma disrupção cerebral na classe política portuguesa e fez o processo Freeport sair da gaveta, largando uma nublosa de poeira maior do que a Via Láctea que atingiu o Sol em cheio e a TVI em particular. Desde então, tem a campanha da matéria negra alastrado e hoje tornou-se mundial com o Cristo-Rei de Almada a ficar às escuras durante uma hora. Antecipa-se que a selecção da bola também adira à iniciativa e, é garantido, Portugal continuará sem ideias brilhantes, já que consomem electricidade demais para o novo designío nacional dos painéis solares anti-crise. Há uma campanha negra a decorrer, sim senhor, ele tem razão e sabe do que está a falar. Alguém, por favor, que acenda uma velinha.


3 comments :

  1. João disse...
     

    Realmente, se existisse um interruptor onde desligar Sócrates e o seu governo, seria ouro sobre azul. Infelizmente, a hipótese de as próximas eleições funcionarem como tal não se avizinha promissora.
    Mas haja esperança!

    Abraço.

  2. Fliscorno disse...
     

    Sócrates funciona a fazíveis :)

  3. Alien David Sousa disse...
     

    LooooooooooooooL

    Adorei este texto
    bjs alienígenas

Enviar um comentário