a política na vertente de cartaz de campanha

Buzz this

Leituras: «Os virtuais»

«Pululam pelos Governos, pelos partidos, pelos institutos públicos, pelas empresas participadas pelo Estado, pelas universidades e pelas autarquias. A sua influência, as suas certezas e o seu poder são inversamente proporcionais à sua experiência da vida real. Caracterizam-se por falarem de programas e investimentos de milhões de euros. A gastar só não parecem empresários porque os empresários a quem o Estado não protege têm de fazer contas. » Helena Matos



5 comments :

  1. Pata Negra disse...
     

    Pousam nos prédios, pousam nas calçadas...
    Virtuais somos nós!
    Um abraço do povo

  2. Diogo disse...
     

    Esses que pululam, são pagos para defender esses «investimentos estruturantes».

    Mas, Fliscorno, porque é que você faz tanto copy e paste de outros blogs e não escreve algo de seu?

  3. Fliscorno disse...
     

    O Diogo sem um sentido de humor rebuscado. A tal ponto que não se lhe percebe a piadinha. Recordo-lhe que a este espaço vem quem quer. Mesmo assim e como não quero deixar leitor algum frustrado, aqui fica uma lista para si, só com textos desta semana:

    http://fliscorno.blogspot.com/2010/01/bye-bye-dvd-alugado.html

    http://fliscorno.blogspot.com/2010/01/agenda-mediatica-dos-clubes-de-video.html

    http://fliscorno.blogspot.com/2010/01/cartao-universitario-para-iniciados.html

    http://fliscorno.blogspot.com/2010/01/operacao-aurora-deixe-de-usar-o.html

    Ou está por acaso o problema na selecção de leituras que aqui deixo? Olhe, paciência.

  4. Diogo disse...
     

    Pronto! Pronto! Não precisa de ficar abespinhado. Apenas sinto que você está um bocado dependente do Blasfémias e Cia.

    Mas já lhe vi excelentes posts!

  5. Fliscorno disse...
     

    :)

    As coisas escritas não mostram a cara. Com esta última nota percebi o comentário, antes respondi à letra.

    Já que por aqui vamos, houve uma altura (antes deste blog) em que por vezes me aborrecia com algumas posturas mas com o tempo deixei de me envolver. Creio que agora as coisas vão ou em modo esponja (bate e amortece) ou em modo parede (bate e reflecte).

    Com o tempo mudamos e com este blog alarguei os pontos de vista. Por regra, uso o blogroll aqui do blog para seguir o que se via dizendo e por vezes encontro perspectivas que me chamam a atenção. Será mérito dos autores.

    Ohe, agradeço a sinceridade do comentário e não, não estou abespinhado :)

Enviar um comentário