a política na vertente de cartaz de campanha

Buzz this

Demitir-se-á Teixeira dos Santos?

Câmaras gastam 20 milhões de euros por ano nos estádios municipais do Europeu 

Antevejo desde já uma comunicação ao país por parte do Ministro das Finanças. Ir-se-á demitir? Engole o sapo? Sente-se no ar o peso da dúvida. O que irá fazer Teixeira dos Santos perante mais uma despesa que compromete o orçamento de estado*?

* uma nota para os mais dados a preciosismos: mesmo que indirectamente, tudo acaba por sair do OE



6 comments :

  1. Fenix disse...
     

    Será que quando todos estes estádios foram projectados não foi avaliado o seu impacto na economia nacional, a curto e a médio prazo? Pensaram tão- somente nos jogos do Europeu? Onde pensavam eles "captar" espectadores para os desafios, depois? Esta gente (governantes) não se interessa pelas consequências dos seus actos irresponsáveis, porque NÃO SÃO RESPONSABILIZADOS! São considerados "INIMPUTÁVEIS" como qualquer criminoso "louco"! Que importa as "penalizações" nas urnas, "a posteriori", já causaram o mal! E, além disso, têm sempre a alternativa de ocupar altos cargos em empresas "de alto coturno", até à próxima investida pelo poder! Enquanto governantes são "fazedores de coisas" para assinarem por baixo, apenas para confirmarem aquela triste máxima "Não importa que falem mal de mim, importa é que falem..."

  2. Zé Povinho disse...
     

    Será que os estádios se desmontam como os legos? É que não estou a ver quem os possa comprar, na zona.
    Uma coisa me parece estar a passar despercebida no caso deste esbanjamento mais do que evidente, é que ninguém se penitencia pelo erro, e muito menos é punido por má gestão dos dinheiros públicos.
    Abraço do Zé

  3. Ramiro Marques disse...
     

    Jorge
    O mesmo vai acontecer com os custos de manutenção do TGV. Os socialistas não aprendem, está-lhes nos genes, mas o Povo é que é o culpado por confiar neles há 14 anos.

  4. Diogo disse...
     

    Não podemos nós demiti-lo a murro e a pontapé?

  5. Álvaro disse...
     

    Acabei de ver o traçado do TGV. Verifiquei que isto é de loucos; um PAÍS que está na miséria e estão a pensar em fazer um investimento desta natureza e da maneira que querem fazer, sem evitar despesas. Coitadas das próximas gerações que vão receber uma herança de uma divida para a qual não contribuíram. PORTUGUESES pensem bem e ABRAM OS OLHOS.

  6. Fliscorno disse...
     

    Fenix,
    Depois das rotundas, das estátuas nas rotunas, das requalificações (seja lá o que isso for) e dos multi-usos, o que se havia de construir? Estádios, claro. A utilidade é irrelevante, a obra é que conta.








    Zé Povinho,
    "Será que os estádios se desmontam como os legos?"

    LOL
    Ora aí uma perspectiva interessante.

    Claro que que ninguem se penitencia, que isso é coisa de religião e, como sabemos, o Estado é laico ;-)





    Ramiro,
    Com o TGV e não só. Vejam-se os encargos futuros para se perceber que o cinto há-de apertar ainda mais.






    Diogo,
    Podemos. Chama-se a isso eleições ;)





    Álvaro,
    E veja-se também o actual panorama de TGV actualmente na Europa para se dissertar sobre pertinência da coisa. Alguma vez alguém irá de TGV para além de Madrid? Qual ligação à Europa, qual quê.

Enviar um comentário