a política na vertente de cartaz de campanha

Buzz this

Business as usual

echinopsis rhodotricha

Muitas coisas têm um ritmo próprio enquanto outras não conseguem ir além das condicionantes externas, repetindo-se ano após ano. Este é o fatídico destino das férias, que teimam em terminar em vez de nos surpreenderem com uma inesperada singularidade cujo limite as fizesse crescer na razão inversa do tempo de sobra.

Mas periodicidade não obriga a monotonia e, se calhar por isso, descobri que este cacto sisudo surpreende-nos uma vez por ano com a deslumbrante flor da fotografia seguinte. Chama-se echinopsis rhodotricha e a sua flor dura apenas um dia.

echinopsis rhodotricha


echinopsis rhodotricha

Já o sub-mundo da política retomou o ciclo do costume sem surpresa alguma. Já passámos pelos fogos, pelas tretas do tomateiro Alberto da Madeira, as notícias escolares são as do costume e até a governação de fachada não foge à regra. De fachada é, de facto, a expressão certa para o decreto lei recentemente anunciado sobre as obras domésticas de restauro e para entrar em vigor em Março do ano que vem. Sim, daqui a 6 meses!

«Fazer obras no interior da casa, trabalhos de preservação da fachada do prédio, construir uma piscina em casa são alguns dos procedimentos que, a partir do próximo mês de Março, já não precisam de licença prévia das câmaras municipais», escreve o portal Agência Financeira [link].

Anunciado pelo secretário de Estado da Administração Local, Eduardo Cabrita, como sendo «o diploma mais importante do Simplex em 2007», este decreto lei não passa no entanto dum processo de cosmética do já existente DL 555/99:

Decreto Lei n.º 555/99

Ocorre-me que o Simplex cheira um bocado a Fachadex...

E pelo Fliscorno, o que se vai passar? Menos do mesmo, força da necessidade de estabelecer prioridades. Os textos por estes lados terão ritmo irregular, pelo que procuro um formato diferente para o blog. A ver vamos o que sai.


PS: Já agora, para não deixar passar em branco, esse caso Somague é mais um dos Caladex que tens a boca cheiéxa, tal é o voto de silêncio a que se remetem todos os partidos sobre esta falta de vergonha. Vergonhex.


7 comments :

  1. Watchdog disse...
     

    Já cá fazias falta! Em ritmo irregular ou não, o que importa é que vás aparecendo... afina o Fliscorno, que há muita "matéria fresquinha"!

    1 Abraço!

  2. Espectadora Atenta disse...
     

    Olá Caro Raposa Velha
    Já sentia a sua falta na blogsfera!!! Isso é que foi descansar!
    Olhe que há muitos temas interessantes para debater...
    Seja bem aparecido!
    (essetrocadilho do "simplex" está impecável!)

  3. avelaneiraflorida disse...
     

    DO QUE EU GOSTO È DOS CACTOS!!!!

  4. Raposa Velha disse...
     

    Afina o fliscorno! Boa Watchdog :) A ver se também meto a boca no trombone.

  5. Raposa Velha disse...
     

    Obrigado Espectadora Atenta. Temas há muitos, verdade. A pachorra que sobra é que é menos ;)

    Já agora, tenho uns comentariozinhos a deixar no Porucale, em certos e determinados posts ;)

  6. Raposa Velha disse...
     

    avelaneiraflorida, e não é que há altura em que um bom cacto é o melhor amigo do homem? Até há deles em iogurtes e champô :)

  7. GMaciel disse...
     

    Excelente e oportuna "rentrée". :)
    Não sei o que pretende alterar no blogue, mas a acutilância não necessita de afinação.

Enviar um comentário