a política na vertente de cartaz de campanha

Buzz this

Opération Dakar

Ça devient clair maintenant qui conduit le monde.

Nestes tempos globalizados das pechinchas Made in China, Produit au Sénègal, Handmade in Bangladesh, só para citar alguns centros de produção sob o conceito sweetshop, há custos indirectos que são exportados com esses produtos:
- o dumping social chega até nós;
- o desemprego aumenta por deslocalização da produção;
- os conflitos são exportados com a mesma facilidade dos bens materiais.

«Tendo em conta as actuais situações de tensão politica, a nível internacional, o assassinato de quatro turistas franceses, no passado dia 24 de Dezembro, atribuído a um ramo do Al-Qaida, no Magreb islâmico, e acima de tudo as ameaças, directas, lançadas contra a prova, por movimentos terroristas, a A.S.O. não pode tomar outra decisão que não seja a anulação da prova», lê-se no site do Lisboa-Dakar.

O rally foi cancelado supostamente por razões de segurança. É plausível. Até bate certo no conceito da mundialização dos conflitos locais e do terrorismo global. Mas a justificação pouco precisa, leviana até, se atendermos aos investimentos realizados, não deixa de fazer soar a campainha da teoria da conspiração.

Não terá o rally sido cancelado como forma da França vingar os seus quatro turistas franceses recentemente mortos a tiro na Mauritânia?

Os franceses nunca engoliram bem o domínio anglo-saxónico. Desta vez, sejam quais for as razões, impuseram a sua vontade. Afinal, quem manda no mundo?


1 comments :

  1. duffydj disse...
     

    Completamente de acordo que a história do cancelamento tem muito que se lhe diga e que é uma decisão política e não desportiva e até duvido que seja uma questão de segurança. Ao longo dos séculos foram várias as ameaças terroristas foram muitas as ameaças a eventos desportivos. Mas quantas se concretizaram?
    Poucas, muito poucas. A mais evidente nos jogos olímpicos em Munique há muitos, muitos anos.
    Se agora algum grupo terrorista real ou dissimulado ameaçar os jogos olímpicos em Pequim, o europeu de futebol, etc, etc cancela-se tudo??
    Por favor não me venham com cantigas.
    Há 30 anos que existe o Dakar.
    Os perigos eram bem maiores há 30 anos a viajar por áfrica do que actualmente.

Enviar um comentário