a política na vertente de cartaz de campanha

Buzz this

Jorge Coelho, perfil dum político discreto

Querendo perceber que currículo tem Jorge Coelho para que fosse escolhido pela Mota-Engil para seu CEO, deparei-me com a quase inexistência de informação publicada na net sobre este destacado socialista. Desde o portal do governo, passando pela Assembleia da República, pela Wikipédia e pelo próprio PS, sem descuidar blogues e outras páginas de cariz mais pessoal, o facto é que o mundo digital parece varrido dos factos de vida deste homem. Curioso, não acham? Eu achei. Alguém tão destacado e simultaneamente tão discreto.

Enumero aqui alguns dados dispersos que encontrei.

Jorge Coelho
  • Jorge Paulo Sacadura Almeida Coelho

  • Nasceu em Viseu, a 17 de Julho de 1954

  • Licenciado em Organização e Gestão de Empresas (Universidade Técnica de Lisboa)

  • Militante do Partido Socialista, membro do secretariado nacional, membro da Comissão Política Nacional e da Comissão Nacional do PS, Coordenador da Comissão Permanente do PS (cargo de homem forte da máquina partidária, que desempenha na presente data e que pretenderá manter, segundo declarações que terá prestado ao Correio da Manhã)

  • Chefe de gabinete do secretário de Estado dos Transportes no IX Governo Constitucional (1983 a 1985)

  • Deputado à Assembleia da República pelo Partido Socialista (1987 a 1995)

  • Chefe de gabinete do secretário de Estado adjunto dos Assuntos Sociais, Educação e Juventude do Governo de Macau (1988 a 1989)

  • Secretário adjunto para a Educação e Administração Pública do Executivo de Macau (1989 e 1991)

  • Federação da Área Urbana de Lisboa (FAUL) (1994 a Novembro de 2000)

  • XIII Governo Constitucional (este governo esteve em funções de 28-10-1995 a 25-10-1999):
    - Ministro Adjunto (1995 a 1997)
    - Ministro da Administração Interna (1997 a 1999)

  • XVI Governo Constitucional (este governo esteve em funções de 25-10-1999 a 06-04-2002):
    - Ministro Adjunto (1995 a 1997)
    - Ministro de Estado e do Equipamento Social. Na pasta das Obras Públicas atribuiu à Mota-Engil as concessões de duas Scut. Demitiu-se em Março de 2001 em consequência do acidente de Entre-os-Rios, momento em que proferiu algumas afirmações lapidares:
    «não ficaria bem com a minha consciência se não o fizesse»
    «a culpa não pode morrer solteira»
    «Não brinco com coisas sérias»
    «ando na política há muitos anos»

  • Eleito Membro do Conselho de Estado (2004-???)

  • Ex-consultor das empresas Martifer, Visabeira e Novabase

  • Administrador da CONGETMARK

  • Professor Convidado da cadeira de Comunicação Pública e Política no Instituto Superior de Comunicação Empresarial (ISCEM)

  • Professor Convidado do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP)

  • Responsável por várias campanhas eleitorais do PS

  • Autor da célebre frase «Quem se mete com o PS leva»

  • Comentador televisivo (Quadratura do Círculo, SIC)


5 comments :

  1. Mariazinha disse...
     

    E outros cargos que tu não sabes...
    Tambem fiquei espantada mas as dívidas de gratidão têm que ser pagas!

    Beijokas

  2. Raposa Velha disse...
     

    Outros cargos? Conta tudo :)

  3. Watchdog disse...
     

    Falta aí no curriculo a queda da ponte Entre-os-Rios. :-(

  4. Bel disse...
      Este comentário foi removido pelo autor.
  5. Bel disse...
     

    Olá

    Passei por aqui e li alguns tópicos.
    Já deixei de acreditar faz já muito tempo em política e políticos.
    Ou melhor sou APOLÍTICA o que me permite com mais clareza e sem "puxar" para lado nenhum. Sou livre de pensamento.

    Vou voltar

    Simplesmente Bel

Enviar um comentário