a política na vertente de cartaz de campanha

Buzz this

Residenz München

Residenz Munich
Residenz em Munique: traços da guerra

O Residenz é um museu de Munique (mais). Tal como a restante cidade, entre 45% a 70% foi destruido pela guerra (as opiniões variam!). A composição da imagem a cima resulta duma foto estava na galeria quando a visitei e de outra no seu actual estado.

Quando da reconstrução de Munique, houve duas correntes. A dos Modernistas queria transformar a cidade num exemplo da então moderna arquitectura, o que significaria enormes edifícios marcados pelo betão, vidro e aço. Os Conservadores, por outro lado, preferiam voltar a ter a cidade como ela era antes da guerra. Depois de acesa discussão, ganharam os últimos, quase em toda a linha. Excepção para o Kaufhof e de mais um ou outro exemplo. Creio que ganhou a abordagem certa, como se pode avaliar pela imagem ao lado. Não por ter sido a vontade dos conservadores a ir para a frente mas por a cidade se ter tornado num local
onde se transpira bem estar.

Tradições à parte, algo ficou por reconstruir, a bem da memória futura. Uma das paredes duma igreja na rua Kaufingerstrasse, bem no coração da cidade, ficou no mesmo estado com que estava depois da guerra, com os buracos das balas à vista. Mas isto levar-nos-ia ao tema dos alemães e a guerra, o que ficará para outras núpcias.


2 comments :

  1. Anónimo disse...
     

    sage niemals nie.
    die Welt ist scheisse

  2. O Guardião disse...
     

    Num dia em que marco o meu regresso, vim ouvir falar da reconstrução de Munique, que é uma cidade muito agradável e que ainda bem, não virou uma cidade esteriotipada como era a intenção de alguns.
    Cumps

Enviar um comentário