a política na vertente de cartaz de campanha

Buzz this

Diga não à Golpe

Não sei quem lançou esta iniciativa mas se, como eu, com ela concorda, por favor divulgue-a.

Ao invés do boicote aos maiores operadores no mercado, é mais realista boicotar apenas a Golpe e por tempo suficiente até que a pressão dos consumidores se faça sentir sobre a empresa.

As imagens seguintes são de uso livre.

100x100
http://farm3.static.flickr.com/2241/2514148781_2478cac7d5_o.gif

Golpe na energia


200x200
http://farm3.static.flickr.com/2312/2514148765_57a2495d3a_o.gif
Golpe na energia



400x400
http://farm3.static.flickr.com/2054/2514148743_ffbec783d6_o.gif
Golpe na energia


Pessoalmente, já deixei de abastecer na Golpe por entender que não existe um verdadeiro mercado livre em Portugal. Desta forma estarei a dar quota de mercado a empresas menores, esperando assim que o monopolista sinta a pressão do mercado. Sim, sim, o petróleo tem subido. E todos nós bem sabemos que os preços não voltarão ao que eram. Mas isso não significa que nós, consumidores, fiquemos a olhar que nem um boi para o palácio. Podemos fazer pressão para que a crise não seja só nossa mas também dessa empresa de lucros milionários. Isto nada tem de invejas; apenas resulta da distribuição do mal pelas aldeias. Especialmente no contexto português de ausência de concorrência e atendendo à constante valorização do euro face ao dólar, facto que tem amortizado e muito quanto pagamos pelo crude importado. Facto que a Golpe tem querido fazer de conta que não é real.


2 comments :

  1. Isabel Magalhães disse...
     

    Vou linkar o artigo no

    www.oeiraslocal.blogspot.com

    []
    IM

  2. Carlos disse...
     

    Já pus a circular por email,agora é esperar que dê resultado,mesmo que pequenino - e um resultado pequenino é melhor que resultado nenhum.

Enviar um comentário