a política na vertente de cartaz de campanha

Buzz this

Orçamento e credibilidade

Hoje foi aprovado um orçamento rectificativo em conselho de ministros (défice oficial de 8%). Quem ouviu Teixeira dos Santos ao longo do ano e, em particular, no período eleitoral, juraria que tal nunca aconteceria. Por isso, atente-se na cronologia preprada por Miguel, do Insurgente:

16 de Dezembro: Ministro das Finanças recusa fazer Orçamento Rectificativo

15 de Abril: Teixeira dos Santos afasta cenário de um orçamento rectificativo

04 de Maio: Teixeira dos Santos diz que “orçamento rectificativo não é oportuno”

15 de Maio: Não vejo necessidade de Orçamento Rectificativo”, disse Teixeira dos Santos durante a conferência de imprensa onde anunciou as novas previsões do Governo

01 de Julho: Teixeira dos Santos continua a rejeitar necessidade de orçamento Rectificativo

21 de Julho: Sobre um eventual Orçamento rectificativo, o governante rejeitou a ideia, considerando que “os números hoje divulgados [pela Direcção-geral do Orçamento] consolidam a percepção que o Governo tinha inicialmente e dão sinais claros de controlo da despesa”.

20 de Agosto: Governo afasta orçamento rectificativo

10 de Novembro: Ministro diz que ainda é cedo para saber se haverá Orçamento Rectificativo

19 de Novembro: Governo apresenta orçamento rectificativo

Depois ainda há quem se admire por haver quem duvide da seriedade dos políticos.



2 comments :

  1. Ramiro Marques disse...
     

    Jorge
    Uma cronologia que mostra a falta de credibiidade do Governo de Sócrates.

  2. Isabel Magalhães disse...
     

    Vi no Telejornal das 13:00 a notícia do orçamento rectificativo.

    Não me espanto mas continuo a indignar-me.

Enviar um comentário