a política na vertente de cartaz de campanha

Buzz this

Falsas escutas Vara/Sócrates: a presumível autoria

Se procura os artigos do SOL sobre as escutas a Vara, Paulo Penedos, e Rui Pedro Soares, estão aqui:

1. Escutas SOL: Vara, Paulo Penedos, e Rui Pedro Soares

2.
Escutas SOL: O Polvo - DN, JN, TSF, Ongoing, PT, Moniz, jornalistas amigos 

3. Escutas SOL: Assim falam os boys

No presente post, mais a baixo, encontra uma brincadeira de gosto questionável sobre umas falsas escutas que circularam por mail.

 

image image

(clicar nas imagens para ir para as respectivas publicações originais)

Sem que o próprio o diga explicitamente, depreendo que a autoria das falsas escutas Vara/Sócrates seja o advogado Luis Grave Rodrigues (LGR), popularizado pelo caso da tentativa de casamento de Teresa com Helena.  Faço esta presunção, que corrigirei caso o próprio a desminta, baseado nos factos seguintes:

  • o seu blog foi o primeiro onde tal forja foi publicada;
  • a data de publicação foi quinta-feira, 3 de Dezembro, às 2:33 da manhã;
  • as imagens foram publicadas directamente na sua conta do Photobucket;
  • o próprio fez publicidade no Twitter ao post com essa montagem;
  • estas publicações ocorreram mais de 24 horas antes do caso saltar para a generalidade dos blogs e comunicação social.
Depois do seu post inicial, escreve ainda LGR;
«Só quem anda muito distraído não vê que as transcrições são até ridiculamente falsas e que não passam de uma brincadeira bloguística e de uma caricatura, uma espécie de “cartoon”, só que não em desenho mas em texto.
(…)
Mas o mais incrível é a quantidade de pessoas que aparentemente paparam uma coisa visivelmente caricatural e ridícula e que à primeira vista se via que não passava de uma brincadeira.» [link]
Pois é tudo muito verdade, excepto que
  • é usado um carimbo da Comarca do Baixo Vouga, o que dá ar de autenticidade ao documento;
  • em lado algum é referido que é uma «brincadeira bloguística»;
  • a farsa não tem a origem identificada.
LGR goza com os que se interrogaram quanto à eventual veracidade do "documento" e com os que lhe deram audiência divulgando-o, apesar de o próprio ter activamente procurado essa mesma divulgação. Não vou tecer considerações morais por um advogado participar, nem que seja pela sua divulgação, num acto destes mas não deixo de notar que seria como se eu, que tenho por vida profissional a informática, fizesse e difundisse um vírus. Antes, escrevi que me parecia que se alguém quisesse lançar o boato de que as escutas seriam sem interesse o faria assim mesmo. LGR assim o confirma quando escreve «alguém duvida que as escutas serão um dia divulgadas? Mesmo que se descubra que contêm não mais do que mais ou menos isto».

Relacionado:
As falsas escutas Sócrates/Vara que circulam por email

Adenda 9-12-2009:
LGR decidiu apagar o post onde publicou as duas páginas de "escutas" aqui referidas. Está no seu direito e por isso não irei reproduzir esse post. Claro que ainda está disponível na cache do Google e por isso não tornarei pública a imagem que fiz do blog com estes dois posts e respectivos comentários.

Adenda 10-02-2010:
LGR nunca desmentiu isto. Ele sabe deste texto pois deixei-lhe o link na caixa de comentários (o comentário nunca foi publicado).



4 comments :

  1. Anónimo disse...
     

    quando lia o blog dele notava que ele fazia afirmações falsas com muita frequencia, por isso não me admiraria nada que ele tivesse feito esta falsificação.

    Cam

  2. andrecruzzzz disse...
     

    e entretanto o tal post d espionagem politica já só s encontra na cache do google..

  3. Fliscorno disse...
     

    Obrigado pela informação. Não tinha dado por isso.

  4. Anónimo disse...
     

    Porreiro,pá!

    O Manuel Godinho manda-te os melhores cumprimentos.

Enviar um comentário