a política na vertente de cartaz de campanha

Buzz this

6 meses sempre é mais do que 4 dias

image

Se uma secretária tem direito a um louvor no Diário da República por 4 dias de trabalho, não o terá também um primeiro-ministro de Portugal mesmo que o tenha sido durante 6 meses?

ACTUALIZAÇÃO

Ao passar pelo 4R dei com uma discussão que envolve (mais) um post magalhono-abrantino e uma surpreendente troca de comentários. Num em particular vem o link para uma nomeação de 2005 onde a secretária em causa havia sido nomeada:

image

Conclui-se que a redacção do despacho dos 4 dias constitui uma peça de incompetência ao misturar alhos com bugalhos (um louvor a quatro anos de trabalho com uma exoneração após 4 dias de serviço).

Uma nota adicional quanto à forma como tudo foi esclarecido. Estamos perante informação pública mas inacessível a quem não saber o que procurar. Estarão Carlos Santos e Pacheco Pereira certos?



2 comments :

  1. Diogo disse...
     

    Bem apanhado. Mas uma boa secretária em quatro dias pode fazer milagres. Os administradores da empresa onde trabalho que o digam.

  2. RockyBalbino disse...
     

    Se fosse num país normal isto obrigava a demissão do cargo. De ambos.

Enviar um comentário