a política na vertente de cartaz de campanha

Buzz this

255 edições depois

imageHá vários anos que sigo as escritas d'O Jumento, umas vezes concordando, outras nem tanto. Desde há muito que sei que o autor é quadro das finanças, dito pelo próprio no seu blog. A notícia hoje no i acrescenta o nome do autor e recupera mais umas velharias inconsequentes saídas no Público em 2008 (queixa ao DIAP arquivada por este nada ter encontrado «que consubstanciasse violação do dever do segredo dos funcionários»). Acrescentou algo? Nope.

Além de mais, neste blog nem havia tentativa alguma de iludir, já que é óbvio que "O Jumento" é a alcunha usada pelo autor do blog (contrariamente ao caso Miguel Abrantes, que é uma identidade fictícia).

Para que serve então esta notícia, que tem direito a destaque na primeira página do jornal e ao primeiro lugar na galeria do site? Simplesmente para revelar o nome do blogger. Lamentável jornalismo este, de verdadeiro buraco da fechadura, como escreve Gabriel Silva. Ao agir assim, PPM apenas diminuiu a liberdade do autor do blog, sem nada acrescentar que tenha interesse público.

Ainda há dias comentava com um amigo que o i era o único jornal a que não apontava jogadas baixas. Afinal bastaram 255 edições para lá chegar.

image image
imagens copiadas do blog.fractura.net 

Resposta do autor d'O Jumento: A propósito da notícia no ‘i’



1 comments :

  1. O Guardião disse...
     

    As tentativas de limitação da liberdade de expressão são repugnantes qualquer que seja a cor dos seus responsáveis ou os seus paus mandados.
    Discordo com frequência dos textos d'O Jumento, mas isso é exactamente o que a liberdade de expressão nos permite - expressar ideias, concordar ou discordar delas.
    Cumps

Enviar um comentário