a política na vertente de cartaz de campanha

Buzz this

Teoria dos vasos comunicantes do lucro fácil

vasos comunicantes do lucro fácil



3 comments :

  1. O Guardião disse...
     

    Pode-se acrescentar a transferência de tecnologia que nos deixa ainda em piores condições de concorrência.
    Cumps

  2. O Raio disse...
     

    Isto é propaganda fácil.
    Na China a mão-de-obra é barata mas só se considerarmos a China toda.
    Claro que em Xining (província de Qinghai) a mão de obra é baratissima mas não há fábricas de relevo em Xining...
    A indústria chinesa está concentrada no triângulo Cantão, Hong Kong, Macau ou em Xangai e arredores e, nestas zonas a mão de obra já não é assim tão barata.
    Quanto aos direitos sociais, também não são assim tão ausentes.
    Visitas a Xangai, Cantão, Beijing, Xian, etc., deixarão, de certeza, os que fazem afirmações sobre o baixo custo da mão de obra chinesa espantados.
    O que acontece é que estamos no meio de uma propaganda imensa destinada a esconder-nos o falhanço que está a ser a União Europeia, nem mais.

  3. Fliscorno disse...
     

    Sim, pode ver como propaganda fácil. Estes bonecos, com o marcador "gracinha" são mais peças no estilo cartoon do que outra coisa qualquer.

    Quanto à questão que aborda, não conheço bem o panorama chinês, excepto pelo que tenho lido e visto em documentários. Lembro-me de, por exemplo, não haver grande preocupação com o uso de pesticidas, mesmo em véspera da apanha da fruta... E duvido muito que uma empresa chinesa esteja sujeita à mesma malha social/ambiental/salarial que cá enfrentaria.

    Mas o boneco é algo inexacto. Onde diz China poderia dizer Índia, etc. Alias basta googlar sweatshop para ver do que estou a falar.

Enviar um comentário