a política na vertente de cartaz de campanha

Buzz this

Aeroporto em "Alcochete", um resumo

o cacto de alcochete
O cacto de Alcochete no deserto da margem sul
Repescado de «
O cacto de Alcochete»

gracinhas anteriores

O momento de decisão é sempre uma boa ocasião para bloggers atreitos à indolência, pelo que repesco uma série de textos anteriores. Creio que vale a pena passar por eles para reflectir sobre a escolha «Alcochete».
Certamente que a opção Ota também permitiria uma resenha semelhante a esta, não é isso que importa. A questão está em entender que não há estudos "definitivos" nem escolhas imparciais e isentas.

Também nada há de errado em haver lucro em consequência de investimentos nem que as partes interessadas procurem convencer o decisor sobre as vantagens da sua proposta. Não há nada de errado, note-se, desde que o jogo seja aberto.

O meu palpite sobre a questão do aeroporto, no entanto, é que ao governo de Sócrates o que importa mesmo é lançar a obra. A questão da localização não passa de chicana política, agora por parte do PSD mas antes também pelo PS, quando era oposição. A oposição procura que a obra não arranque até que seja governo e depois os papeis invertem-se. Sócrates apenas só tem sido mais esperto do que os seus antecessores, trocando-lhes as voltas. Primeiro escolheu a localização que o PSD tinha escolhido, a Ota, deixando a oposição sem trunfos. E agora, com a reviravolta Menezes, escolheu a margem sul calando novamente os opositores.

Apenas importa lançar a obra, já classificada como a maior de sempre em Portugal. Os cheques para as campanhas eleitorais, a melhoria nos números do emprego e os tachos para todos não se farão esperar.


3 comments :

  1. zedeportugal disse...
     

    Ainda mais atento do que moi (leia-se muá) para não deixar de fazer jus ao nome (Raposa). ;)

  2. O Guardião disse...
     

    Mesmo engolindo um deserto inteiro aquilo foi uma festa: o futuro está garantido ... para quem, para quem?
    Cumps

  3. zedeportugal disse...
     

    Caro Raposa,
    Voltei aqui para o convidar a participar (convite extensivo aos seus visitantes) a participar no passatempo com prémio que decorre lá pelo meu sítio. Com apenas 10 palavrinhas de crítica bem afiada, fica habilitado a receber um bom livro a escolher entre várias opções. Conto com a sua (vossa) participação. No entanto, se esta espécie de publicidade o incomoda, pode sempre apagar este comentário. Ok? ;)

    Um abraço.

Enviar um comentário